Você está aqui: Página Inicial > Centrais de Conteúdo > Vídeos > Minuto da Ética > #05 Minuto da Ética – Patrimônio Público e Assiduidade

#05 Minuto da Ética – Patrimônio Público e Assiduidade

por Rafael Katayama Tsuge publicado 20/10/2017 10h47, última modificação 08/11/2017 14h48

Você sabia que assuntos como preservação do patrimônio público e assiduidade têm tudo a ver com ética? Esta edição do Minuto da Ética lembra que servir o cidadão e conservar os bens de uma instituição pública devem ser prioridade no dia a dia do servidor.

Olá, servidor! Sabia que conservar o patrimônio e ter assiduidade no serviço público também são consideradas condutas éticas? É o que você vai ver agora, no minuto da ética.

Está no código de ética do servidor público federal: “causar dano a qualquer bem pertencente ao patrimônio público não constitui apenas ofensa ao equipamento, às instalações ou ao estado, mas a todos os homens de boa vontade que dedicaram sua inteligência, seu tempo, suas esperanças e seus esforços para construí-lo”.

Ter cuidado e zelo na utilização dos bens públicos também é uma questão de ética. E não se trata apenas de preservar o patrimônio. O servidor não deve retirar, sem autorização, qualquer documento, livro ou bem pertencente à instituição. Nunca é demais lembrar que todos os equipamentos e móveis utilizados, apesar de estarem sob o cuidado da administração pública, pertencem a todos nós.

Outro assunto que tem relação direta com a ética é a assiduidade. Nós - servidores públicos - devemos, como o próprio nome diz, servir. Em nosso exercício profissional, seja no trato com o público ou em qualquer outra demanda, precisamos nos dedicar ao outro.

Nesse contexto, é preciso ficar muito atento à questão da assiduidade. Faltas injustificadas e recorrentes acarretam prejuízos para a instituição; para o público, que deixa de ser atendido; e para o próprio servidor, que poderá ter os dias não trabalhados descontados.

Em casos extremos, ele poderá até responder a um processo administrativo disciplinar, o que pode resultar em uma possível demissão. Em outras palavras, vamos prezar pela ética em todas as nossas ações e comportamentos.

O minuto da ética fica por aqui. Até a próxima!

registrado em: