Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ano letivo para mais de cinco mil estudantes começa nesta segunda-feira

Cursos Presenciais

Ano letivo para mais de cinco mil estudantes começa nesta segunda-feira

Calendário é para cursos técnicos de nível médio presenciais e ensino superior dos dez campi. Em Corumbá, será o início das atividades de ensino em sede definitiva.
por Juliana Aragão publicado: 02/02/2018 10h51 última modificação: 05/02/2018 08h33
IFMS
IFMS

O primeiro semestre letivo de 2018 nos dez campi do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) tem início nesta segunda-feira, 5, para mais de cinco mil estudantes dos cursos técnicos integrados ao ensino médio, inclusive da Educação de Jovens e Adultos (Proeja), subsequentes e para os veteranos da graduação.

Já as aulas para os novos estudantes dos cursos superiores do IFMS começam na quinta-feira, 8. Isso porque, os convocados na primeira chamada pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) deverão fazer as matrículas entre 5 e 7 de fevereiro.

"Esses três dias de aula que os calouros dos cursos de graduação não terão no início do ano serão repostos ainda no primeiro semestre. Cada campus irá organizar a reposição da melhor forma para fechar os 100 dias letivos", informou Giane Silva, diretora de Graduação do IFMS.

As datas de início e término dos semestres letivos estão disponíveis no Calendário do Estudante de cada um dos dez campi (Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas), que também traz informações sobre os sábados com aulas, recessos, feriados nacionais e locais e as datas de eventos sistêmicos, como Semana de Ciência e Tecnologia, Semana do Meio Ambiente e as etapas locais dos Jogos do IFMS.

Sedes definitivas - Em Corumbá, os mais de 500 estudantes dos cursos técnicos integrados e da graduação iniciam o ano letivo na sede definitiva do IFMS, localizada na Rua Pedro de Medeiros, s/nº, Bairro Popular Velha. Desde 2011, a instituição funcionava em espaço provisório no município.

O diretor de Ensino do Campus Corumbá, Wanderson Batista, destaca os avanços da mudança. "Sem dúvida alguma, estar na sede definitiva é um estímulo para a comunidade interna. Os estudantes poderão utilizar laboratórios das áreas de metalurgia e informática devidamente equipados, e os professores irão atuar em um espaço muito mais amplo, com biblioteca e salas específicas para aulas de reforço, por exemplo".

Com 6,6 mil m² de área construída, o novo campus tem quatro blocos. São 13 salas de aula, o mesmo número de laboratórios, biblioteca, setores administrativos, quadra poliesportiva e estacionamento.

Para os mais de mil estudantes matriculados em Campo Grande, será o primeiro ano letivo iniciado na sede definitiva, localizada na Rua Taquari, 831, Bairro Santo Antônio. As atividades no campus tiveram início em julho do ano passado.

A unidade tem mais de 8 mil m² de área construída. São cinco blocos com 14 salas de aulas, 19 laboratórios, biblioteca, setores administrativos e cantina. O complexo possui ainda quadra poliesportiva e estacionamento.