Você está aqui: Página Inicial > Notícias > IFMS contribui para formação profissional no setor da construção civil

EXAME DE SELEÇÃO 2018

IFMS contribui para formação profissional no setor da construção civil

Com 115 vagas abertas para 2018, o curso técnico integrado em Edificações é oferecido nos municípios de Aquidauana e Jardim. Inscrições no processo seletivo podem ser feitas até 3 de novembro.
por Juliana Aragão publicado: 10/10/2017 12h11 última modificação: 24/10/2017 14h55
IFMS

Ao oferecer o curso técnico integrado em Edificações, o Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) ajuda a preparar mão de obra qualificada para a construção civil, setor da indústria que mais vai demandar formação profissional no Estado pelos próximos três anos.

De acordo com o Mapa do Trabalho Industrial 2017-2020, estudo elaborado pelo Senai Nacional, a indústria da construção civil irá demandar mais de 40 mil profissionais qualificados em Mato Grosso do Sul nesse período. O levantamento revela ainda a necessidade de se formar mais de 2,3 mil técnicos para o setor.

Para o coordenador dos cursos do eixo tecnológico em Infraestrutura do Campus Aquidauana do IFMS, Gustavo Fantini Fernandes, a falta de mão de obra qualificada favorece a empregabilidade do técnico em Edificações.

“O mercado da construção civil é muito carente de profissionalismo. Muitos funcionários em obras e escritórios não possuem capacitação técnica para o serviço, mas, devido à necessidade do mercado, conseguem emprego. O técnico em Edificações vem para suprir essa demanda de profissional qualificado”, confirmou.

O curso técnico em Edificações é oferecido pelo IFMS nos municípios de Aquidauana e Jardim, ambos localizados na Região Oeste do Estado, onde a maior parte das empresas instaladas é do setor da construção civil.

De acordo com o Panorama MS Industrial de 2016, periódico elaborado pela Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems), são 133 micro e pequenas empresas que empregam mais de 500 trabalhadores.

Gustavo orienta que, para se manter empregado, o técnico em Edificações precisa se reciclar constantemente. “O profissional deve se inteirar de novas técnicas da construção, novos programas de controle de obras e de desenvolvimento de projetos. Dessa forma, estará sempre preparado para atender às demandas de mercado”.

Ficou interessado pelo curso técnico em Edificações? O estudante Mikael Cuevas fala sobre a aula prática que mais gostou e um dos diferenciais de estudar no IFMS.

Exame de Seleção 2018 – Para fazer um curso técnico integrado no IFMS, é preciso ter o ensino fundamental completo. O ingresso é feito por meio de uma prova com questões de português, matemática e conhecimentos gerais.

No técnico integrado, o aluno cursa o ensino médio e as disciplinas da formação técnica ao mesmo tempo.

Para 2018, o IFMS abriu 1.390 vagas em nove opções de cursos oferecidos em dez municípios. Para o técnico integrado em Edificações foram abertas 80 vagas em Aquidauana e 35 em Jardim.

As inscrições no Exame de Seleção 2018 devem ser feitas até 3 de novembro.

Na página do Exame, tem o passo-a-passo de como se inscrever e todas as informações sobre o processo seletivo.

Infraestrutura – O Campus Aquidauana foi o primeiro a oferecer o curso técnico integrado em Edificações, em 2011. Em Jardim, a primeira turma foi aberta em 2016.

Outro curso do eixo tecnológico em Infraestrutura, o técnico subsequente em Desenho da Construção Civil - voltado a estudantes que já concluíram o ensino médio - também é oferecido em Aquidauana.

Atualmente, de acordo com o Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec), o IFMS possui mais de 270 estudantes matriculados em cursos do eixo tecnológico em Infraestrutura.

Indicadores da Indústria da Construção Civil em Mato Grosso do Sul
43.769
2.398
demanda de profissionais até 2020*
necessidade de técnicos da área*
133
micro e pequenas empresas instaladas na Região Oeste de MS**

* Mapa do Trabalho Industrial 2017-2020 (Senai Nacional)
** Panorama MS Industrial 2016 (Fiems)