Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Prazo para estudante avaliar professores encerra nesta sexta-feira

Avaliação do Docente pelo Discente

Prazo para estudante avaliar professores encerra nesta sexta-feira

Avaliação do Docente pelo Discente busca contribuir para o levantamento de dados a respeito da atuação dos professores, no intuito de melhorar o processo de ensino-aprendizagem.
por Osvaldo Sato publicado: 21/11/2017 15h08 última modificação: 21/11/2017 15h32

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) encerra nesta sexta-feira, 24, o prazo da Avaliação do Docente pelo Discente referente ao segundo semestre de 2017. Podem participar estudantes dos cursos técnicos presenciais de nível médio (integrado e subsequente) e da graduação dos dez campi da instituição.

Para responder ao questionário, o aluno deve acessar o Sistema de Avaliação. No campo "login", é necessário digitar seu CPF, repetindo o número no campo "senha". A identidade do estudante é mantida em sigilo.

As 11 perguntas do questionário abordam aspectos como pontualidade, clareza na comunicação, metodologia de ensino e o trabalho do professor na solução de conflitos e problemas de aprendizagem em sala de aula.

O sistema usado para avaliar a atuação pedagógica dos professores é disponibilizado também na versão mobile, facilitando o acesso e participação dos estudantes na avaliação.

Avaliação – A Avaliação do Docente pelo Discente é aplicada semestralmente e busca contribuir para o levantamento de dados a respeito da atuação dos professores do IFMS, no intuito de melhorar o processo de ensino aprendizagem.

Nesta terça-feira, 21, a participação na avaliação chegou, na média de todos os campi, a 53% de seu alcance. Os campi com maior participação, até o momento, são Corumbá (84,5%), Coxim (78,8%) e Dourados (76,9% ).

"Até sexta-feira, com um aumento na adesão de nossos estudantes ao processo, devemos melhorar muito estes índices", explicou Tânia Brizueña, diretora executiva da Pró-Reitoria de Ensino (Proen).

A expectativa para esta avaliação é que os mais de 500 professores efetivos, além dos substitutos, sejam avaliados pelos estudantes matriculados nos campi Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas.